Implantação da República em Portugal

Implantação da República em Portugal

No dia 5 de outubro, celebra-se a Implantação da República em Portugal. Neste dia, que é um feriado nacional português, assinala-se o fim da Monarquia e o nascimento da República Portuguesa.

Neste artigo, vai poder saber mais sobre o contexto que levou à Implantação da República em Portugal e vai poder praticar os seus conhecimentos.

1908, o ano do regicídio

Antes da Implantação da República, a 5 de outubro de 1910, já existia alguma tensão política que colocava em risco a manutenção da Monarquia. Esse período agitado da História de Portugal teve como ponto máximo o Regicídio, ou seja, o assassinato do Rei D. Carlos e do seu filho Luís Filipe, o príncipe herdeiro. O Regicídio teve lugar em Lisboa, no dia 1 de fevereiro de 1908.

Até 1910, o trono de Portugal ficou a cargo de D. Manuel II, segundo filho do Rei D. Carlos.

5 de outubro de 1910, o início da República

No dia 2 de outubro de 1910, o Partido Republicano Português iniciou uma revolução que se prolongou até à madrugada do dia 5 de outubro.

A noite de dia 3 para dia 4 de outubro foi marcada por diversas ações militares de revolta contra a monarquia, o que resultou na proclamação da República, no dia 5 de outubro, nas varandas da Câmara Municipal de Lisboa, por José Relvas.

Logo no dia 5 de outubro, D. Manuel II e a sua família abandonaram Portugal e exilaram-se.

Teste os seus conhecimentos!

Agora que já conhece a história da Implantação da República em Portugal, teste os seus conhecimentos com o questionário que preparámos para si!

Continue a acompanhar todas as novidades do Falar Português e a receber conteúdos exclusivos, ao subscrever a newsletter.