Por que razão não melhoro a expressão oral em português?

Quando aprendemos uma língua estrangeira, desejamos comunicar oralmente com falantes nativos. Para viajar, trabalhar ou conhecer novas culturas, a comunicação oral é essencial, mas também pode ser muito difícil de desenvolver. Se aprende português há alguns meses ou até há alguns anos, quantas vezes já se perguntou: “Por que razão não melhoro a expressão oral em português?”.

Neste artigo, apresentamos 5 razões que podem impedir que melhore a expressão oral em português e propomos algumas soluções.

1- Não ouvir português nas doses certas

A relação entre ouvir e falar uma língua estrangeira é muito célebre e muito importante. Para melhorar a expressão oral em português, deve ouvir com muita frequência a língua portuguesa.
Mas atenção! Escolha muito bem os documentos orais que ouve. Aposte nos chamados documentos autênticos, aqueles que lhe permitem ouvir o “português real”. Notícias televisivas, reportagens, entrevistas, filmes, documentários, músicas de cantores lusófonos são algumas das possibilidades. Veja aqui alguns sites nos quais pode encontrar esses documentos ou faça algumas atividades de compreensão oral aqui.

2- Não analisar a língua portuguesa com olhar crítico

A aprendizagem de uma língua estrangeira exige um ouvido atento e também um olhar crítico. Durante o processo de aprendizagem da língua portuguesa, seja um cientista que analisa constantemente o seu objeto de estudo. Esse olhar de cientista é necessário, por exemplo, para identificar características de discursos orais produzidos em diferentes situações de comunicação.
Como é difícil fazer esse trabalho de forma autónoma, no Falar Português, criámos um Padlet com um conjunto de expressões características de diferentes situações de comunicação. Para adicionarmos características de mais situações de comunicação, convidamo-lo(a) a integrar esta plataforma e registar as suas descobertas! Contacte-nos.

Criado com o Padlet

3 – Falar português com pouca frequência

Praticar português com pouca frequência é um obstáculo às melhorias na expressão oral, mas também pode ser difícil encontrar contextos e oportunidades para falar português. Esta situação pode ser ainda mais complicada se já não tiver aulas de português. Mas não desista! Há sempre formas de encontrar falantes nativos de português ou pessoas que estão a aprender a mesma língua. Quando encontrar essas pessoas, poderão organizar várias atividades para praticar a língua portuguesa. No Falar Português, já apresentámos algumas sugestões de atividades aqui.

4 – Tentar construir frases muito complexas

Quantas vezes já tentou construir frases muito complexas em português? E em quantas dessas vezes percebeu que não tinha vocabulário suficiente? Provavelmente, muitas vezes. Não se preocupe! É totalmente normal. Por vezes, há uma tendência para querer comunicar ideias tão complexas em português como as que comunica na sua língua materna.
Para evitar alguma ansiedade, frustração e sensação de bloqueio linguístico, simplifique as suas ideias e/ou as frases que as transmitem. Acredite que, com um vocabulário muito reduzido, pode transmitir muitas mensagens. O desafio será o de encontrar sinónimos de palavras desconhecidas entre o vocabulário que já domina em português.

5 – Aprender português em ambientes que intimidam

Para ter sucesso na aprendizagem do português, é importante que se sinta completamente confiante e descontraído(a) no ambiente onde está a aprender esta língua. Sentir-se integrado(a) numa comunidade de confiança, dá-lhe mais vontade de comunicar e de tentar recorrer a estruturas da língua portuguesa mais difíceis para si.
Assim, é importante que escolha bem o ambiente e as modalidades de aulas. Aulas presenciais ou online, individuais ou em grupo, são muitas as opções que estão à sua disposição. No Falar Português, propomos algumas dessas opções. Conheça-as melhor aqui.

Se estas são algumas das razões que impedem um desenvolvimento da sua expressão oral em português, saiba que está na hora de mudar e aplicar algumas das soluções sugeridas.

Não perca as nossas sugestões para melhorar o seu português e subscreva a newsletter.

Subscreva a newsletter